quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

A novela do seguro viagem

Depois de mais de uma semana batendo sobre a mesma tecla, a do seguro viagem, enfim cheguei a uma conclusão feliz... a q não precisarei desembolsar N A D A p/ ter a melhor cobertura do mercado pelo q pesquisei até o momento. Como não pesquisarei mais nada sobre o assunto, vou ficar com essa solução mesmo... ao custo de zero real!

Período : 180 dias
ASSISTÊNCIA MÉDICA: US$ 10,000
ASSISTÊNCIA ODONTOLÓGICA: US$ 500,00
FARMÁCIA: US$ 500,00
REPATRIAÇÃO MÉDICA: SEM LIMITE DE DESPESAS
REPATRIAÇÃO DE CORPO: SEM LIMITE DE DESPESAS
Custo : R$ zero!! :D


O início de minha saga foi verificando o preço do seguro oferecido pelo cartão do Citibank, depois o comparei com o plano bronze da GTA. Nessa época, o Citibank estava mais vantajoso que o plano bronze da GTA. Aí descobri o seguro do Itaú , por apenas R$ 4,8 por mês! Fiquei eufóico. Mas, ao ligar p/ minha gerente, no dia seguinte, ela nao soube informar com certeza os detalhes e acabou me passando a ideia q eu nao poderia pegar este seguro, visto que eu não havia comprado as passagens utilizando o cartão. Decepcionado com a notícia fui conversar com nossos futuros anfitriões Dafne e Pedro, que já estão na cidade de Quebec a alguns meses. Eles nos indicaram um tal seguro chamado MAC, que a Coliseu Turismo (21-21794242 - Dani ou Tati) no Rio de Janeiro comercializa. Para fechar esse seguro eu teria de passar lá no escritóio deles, no centro do Rio para assinar a papelada. Mas, como ainda estou em Teresópolis, deixei isso para depois, quando eu descesse na semana que vem. Nesse meio tempo , tentei ligar mais p/ a Itaucards diretamente e fazer o q a Ana Cristina disse que faria, dar uma de João-sem-braço e ver o q rolava. Foi entao q descobri q eu não precisaria nem pagar os R$4,80 do seguro, pois o meu cartão Personnalité já possui em contrato o mesmo. Show !!!! De descepção retornei a euforia. Mas calma... o jogo ainda poderia virar. Acessei de noite a página do Personnalité, dessa vez sem me logar, e li que era necessario sim ter comprado as passagens com o maldito cartão. M*** !!!! De euforia voltei a decepção, mais uma vez. Fui me conformando em ter de pagar os 246 dólares para nós do MAC. Ok.. seriam só U$123 por pessoa para nossos 3 meses de carência de utilização da saúde pública no Canadá.
Dias depois... mais precisamente hoje depois do almoço, fui mais uma vez tentar o seguro do Itaucards... o tal "de grátis". Papo vai, papo vem no telefone e toquei no assunto "comprar as passagens com o cartao e ter direito ao seguro". Enfim, a garota do atendimento foi bem clara no assunto e esmiucei os detalhes para não haver mais nenhuma dúvida.

Ficou entendido assim:
1 - para aquele seguro q se o avião cair (seguro de morte!), eu não estarei coberto. Para este SIM precisa ter comprado as passagens com o cartão. Como não penso em usar nenhum seguro no céu... pouco importa p/ mim. Qq coisa tenho o do Citibank. Estou valenso mais morto no Citi q no Itaú...rs.
2 - para as necessidades de atendimento médico e odontológico NÃO É NECESSÁRIO ter comprado as passagens com o cartão. Ele já oferece essa cobertura automaticamente.

Ao final da conversa ela ainda me passou o telefone da Personnalité Assistence (11-41968183) e sugeriu que eu entrasse em contato com eles, solicanto a Declaração de Benefícios, que é uma carta indicando os valores exatos de cada cobertura e o número de telefone daqui do Brasil q teremos de entrar em contato caso necessitemos de algum atendimento médico/odontológico. O prazo q me deram era de dois dias úteis p/ receber o mail com a tal Declaração de Benefícios, mas hj mesmo já recebi.

A minha sorte é q levei ao pé da letra aquele ditado: a esperança é a última q morre. Economizei 246 dólares... só na insistência!

5 comentários:

Fabio disse...

Olá Luiz e Anna,

muito bom mesmo, porem eu verificaria um pequeno detalhe que muda tudo, pelo menos no meu caso Banco HSBC e de alguns outros amigos que ja me disseram a mesma coisa, a partir do momento que vocês estão com residencia fixa no Quebec e com visto de residente permanente vocês não são considerados como em viagem e perdem qualquer diretio de seguro de cartão de banco ou conto, deem uma olhada nisso, as vezes o Itaú tem uma politica diferente, mas é bom checar.

Abraços

Fábio

Canadá A4 disse...

é... bem pertinente o comentário do Fábio, já ia chamar atenção sobre isto de não ser em viagem, afinal, serão residentes e os cartões dão a chamada assintência em Viagem... é bom checar!!!
Um abc e boa sorte,
Camila e José Roberto!

** D.P. ** disse...

Opa! Coisa boa então, hein? Adorei =D Mas como a galera dos comentários acima disse pra verificar, verifica. Quando eu fui pros EUA usei o Isis, que era obrigatório. Se der algum problema nesse seu "di grátis" pesquisa esse.

Contagem regressiva...rs

Beijos!

Anônimo disse...

Valeu muito estes esclarecimentos ( agradeço ao google e ao seu blog) vou checar mas está bem explicado e só por isso desde já agradeço. Flávio Augusto

Afinidade disse...

ATENÇÃO; Muitos dos chamados Seguros de Viagem (GTA, alguns dos bancos e alguns de cartões) Não sao seguros ... sao "assistencias"... que são como vouchers para voce cobrir as despesas mas ao retornar ao seu Pais de contrato voce tera que reembolsar todas estas despesas e as vezes com juros alto... Atençao a cada clausula do contrato... entrelinhas....