quinta-feira, 24 de abril de 2008

2 meses aqui... ainda!

Hj faz 2 meses que chegamos a cidade de Quebec. Fazendo um rápido balanço do que fizemos dentre tudo que haviamos planejado, estamos com um saldo positivo. Nao que se chegassemos hj fizessemos tudo como fizemos, talvez algumas coisas deixariamos para fazer depois, mas acho q estamos indo bem. Ainda dá pra melhorar muito.... mas isso o tempo trará aos poucos.

Nesse tempo:
- ja alugamos 2 aps
- compramos nosso carro
- mobiliamos parcialmente nossa casa atual e a futura
- arrumamos uma fonte de renda para cada um
- demos entrada em todos os docs
- estou prestes a pegar a carteira de motorista daqui (post futuro, explicando tudo!)
- pegamos internet/cel/fone fixo


O que falta:
- aumentar a renda
- melhorar nosso frances escrito e falado para pensar em cursar qq coisa

A Anna conseguiu superar o medo em falar e ja esta ate conversando... pouquinho, cheia de duvidas e insegurança, mas de vez em quando ela poe pra falar. Ate entevista ja esta fazendo sozinha! Ontem ela se superou... ;)

Sempre lia em blogs "oh... o tempo passou tao rapido!", eu ja penso que ainda estamos no segundo mês. Que pena... pois o terceiro será melhor ;) Que venha o próximo!!!

Vamos aos gastos....

Ai nao estao incluidos os gastos com a compra do carro, feita na quinta semana. Os gastos com o item CASA da primeira semana foram altos pois compramos algumas coisas para nossa casa de julho, alem de pagar o primeiro aluguel e o adiantamento do primeiro aluguel de julho. Da quinta semana em diante foram gastos mais com comida, e eles ainda decairam mais pois estamos pegando ajuda na igreja, toda quarta-feira.

3 comentários:

Lacerda disse...

Pois é cara, 2 meses de muitos anos que vocês vão passar aí!

Emmanuel & Katarina

LiLiX disse...

Skol,
como assim casa de JULHO??
num entendi...heheheheh

ah! sou da comunidade Quero ir pra Quebec... :)

Bruno Lucena disse...

Ola....quanto aos gastos Luis, entendo como normal, pois, os investimentos iniciais são sempre maiores....só não entendi o lance da "ajuda na igreja". Abraços