segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Sentindo-se em casa.... :D

Desde pequeno estou acostumado a entrar no meio do mato, me aventurar em trilhas, de bicicleta, a pe, e criar minhas trilhas quando necessario. No Rio iamos para o Pico da Tijuca, Pico das Agulhas Negras, em Joao Pessoa era bicicleta de manha por toda a orla da cidade, e aqui.... NADA! Demos uns passeios no Parque da Batalha, conheci o mixuruca do Base de Plain Air, mas nada de contato com a natureza.... Sete meses de jejum, desde que me despedi do BR em Teresopolis. Aqui tem sido tanta correria para levantar a conta bancaria, segurar o emprego, montar a casa que nao estavamos tendo como dar uma respirada e gastar o estress subindo morro acima.

Enfim.... quando surgiu a oportunidade nesse final de semana da Anna pegar uma sexta e sabado de folga, chamei alguns amigos, mas os q realmente toparam foram nossos amigos mexicanos arquitetos.

La fomos nos para o Parque Nacional Jacques Cartier (nada a ver com o hononimo de Montreal....). A 20 minutos ao norte do centro de Quebec fica esse parque enorme, com um vale muito bonito. A ideia era de pegarmos o dia e tirar fotos das cores do outono. Como cada regiao possui temperaturas diferentes, por mais proximas q estejam uma das outras, acaba interferindo no tempo da queda das folhas. Enquanto a media de temperatura da cidade de Quebec fica nos 4 graus anuais com 300cm de neve, Saguenay fica a 2,5 com 250cm... mas o macisso que divide as duas regioes a media anula eh 0 grau com uma media de 630cm!!!!!!!! O q isso tem a ver? Tem a ver q por a media da temperatura ser mais baixa, chegamos tarde para ver as cores fazendo trilha, pois as temperaturas nessa regiao teem sido mais baixas, adiantando a preparacao das arvores para a chegada do inverno :( Enquanto a regiao de Lac-Beauport, um dos bairros mais distantes do centro ainda esta esta muito colorido, no parque que fomos o cinza comeca a predominar. Algumas arvores amareladas e muitos pinheiros deixavam a pasisagem ainda muito bonita, mas... ano q vem as fotos serao melhroes ;)






















A trilha q pegamos era bem civilizada, com degraus feitos de lenha e terra, ou outras vezes de ferro mesmo. Mas como primeiro contato com a regiao foi bem agradavel. No Rio Jacques Cartier tb ha a opcao de fazer rafting, mas sinceramente nao vi corredeira suficiente para isso. Talvez mais distante, mas sei nao.. a epoca acho q nao deve ser das melhores agora para fazer isso nesse parque. Outro detalhe importante eh que NAO EH permitido levar cao para qq parque nacional no Quebec, assim como bicicleta nao eh permitida em varios tb. Eh bom verificar no site do SEPAQ acredito.

6 comentários:

* Thoru * disse...

Eu já fui muito de fazer trilha e tudo mais. Agora meu esporte favorito é comprar ahahah
Brincadeira.

Eu gosto muito de basket e de patinar. Acho que me darei bem por ai!rs

Beijos!

Eli e Raq em Québec Ville disse...

Um lugar muito bom especialmente nessa época é

Sept Chutes
http://www.septchutes.com/francais/index.html
é um pouco longe mas é uma maravilha

Tem cores muito lindas tambem aqui do ladinho
Chutes de la Chaudière
http://www.chaudiere.com/

Um grande abraço
Feliz dia de açao de graças
Eliseu

José Roberto disse...

Ola!
Nos também estamos morando em Saint foy! mais precisamente na rua le marié, perto da rua Campanille.
Bonitas fotos! Eu também gosto muito da ideia de fazer trilha, passear no mato, mas o corre corre do trabalho ( no Brasil) e dos estudos (aqui) não permite que eu me dedique a este hobby. A Camila não é muito chegada a estes tipo de programa, mas na proxima vez que forem, nos chamem, quem sabe ela anima!

José Roberto e Camila

Thiago disse...

Olá,
Achei o blog de vocês, e fiquei impressionado com a qualidade visual e de conteúdo. Parabéns mesmo! Foi pros meus favoritos :)
Um abraço!
Thiago
http://dobrasilaoquebec.blogspot.com

Letícia, Alexandre, Marina e Luna disse...

Valeu pelo apoio. Belíssimo passeio, talvez posamos fazê-lo depois do inverno, pois agora nossa batalha é encontrar o apartamento ideal. Já encontramos alguns acentos no teclado quabecois, entretanto nao achamos o bendito til. Grande abraço.

Bruno Lucena disse...

Ola Luis e Anna, realmente o que impressiona é a naturezaa abundante. Parabens pelas belas fotos e estão passando bem né, principalmente vc Luis. Abraços