domingo, 26 de agosto de 2007

Uma alternativa aos "chansonniers" - Young Gods

A algum tempo atrás eu vinha pesquisando musicas para poder aprender o frances como aprendi o ingles, cantando. Mas eu sou chato... muito chato com musica, por isso queira algo que nao fosse trivial, como aquelas canções romanticas típicas francesas. Eu nao vou falar que odeio aquelas musicas, pq nao é bem assim. Nao as odeio, apenas nao detesto da 99% delas. Tem algumas que por fazerem parte das minhas lembraças de criança eu ainda gosto um pouquinho, pq trazem sensções que misturam nostalgia com algo mais q ainda nao identifiquei... rs. Viu só! Sou até flexivel nesse ponto de vista...hahaha.
Nessa época de buscas me deparei com um ou outro hit atual de musica pop que davam p/ engolir, mas ainda nao fiquei satisfeito. Aqui vai a dica: para quem gosta de pop bem atual, uma boa pedida é Emilie Simon (album Vegetal), ou uma tal de Jeanne Cherhal (album L`eau), mas esse pop é muito pop p/ moi. O que me restou? Voltar aos anos 85 e 89 e escutar uma das minhas bandas prediletas de minha adolescencia, os Young Gods.

A banda é suiça, liderada por um filho de piracicabano (...verdade!), e redefiniram a utilização de uma tecnologia recém lançada naqueles tempos, o sampler. Pois entao.. agora sim, essa era uma boa alternativa p/ eu treinar meu frances. Mas tinha um problema, eu tinha o LP L`Eau Rouge brasileiro de 89, o qual nao veio com as letras. Em SP comprei o primeiro CD deles de 85 (The Young Gods), mas ja estava cansado de escutar somente aquele repertorio p/ cantar... precisava ampliar meus horizontes, nem que fosse apenas mudando de album. Resolvi entao entrar no site oficial deles. Lá vi um link p/ mandar uma msg, e lá fui eu escrever. Como eu nao havia encontrado em nenhum site as letras deles resolvi perguntar onde eu poderia encontra-las pois queria treinar meu frances com as musicas deles. E pronto, fui dormir. No dia seguinte nao lembrava mais de nada...

Meses depois... o que recebo em minha casa? Um postal vindo da Suíça. enviado pelo próprio Franz (o vocalista), e anexo todas as letras do segundo album L`Eau Rouge, sem duvida alguma o melhor deles.

Por isso, ja que nao encontro as letras do l`eau rouge em canto algum, vou publica-las aqui, para aqueles que tb procuram uma forma mais interessante de estudar frances, sem precisar ficar cantando "chanson.... d`amouuuuuuur.... " :( que pé no s***!! :)




2 comentários:

Discípulo de Themis disse...

Realmente aqueles "clássicos" franceses são um pé no saco. No meu caso, como sou beatlemaníaco, recorri aos anos 60 e encontrei muita coisa de Richard Anthony.

daniel e gabi disse...

Oi Luiz tudo bom cara? Bicho, to lendo de cabo a rabo o blog, bom demais...o tom de humor é muito bom, mesmo nos momentos mais fodas!

Vi esse seu "problema" em nao encontrar bons grupos de musica para ouvir... mas tem um mto bom que eu gosto se chama TRYO, é frances e tem um som muito interessante!

Eu e minha namorada vamos fazer a entrevista no proximo dia 11/9 ... esperamos passar por ela e pelo processo federal rapidamente ..

Grande abraço e boa sorte sempre