terça-feira, 19 de maio de 2009

Mais brasilieiros na cidade!

Sabado retornei a antiga "aeroviaria" do Quebec. O aeroporto daqui quando chegamos era algo proximo a "uma vergonha" para uma cidade que se proclama a mais velha da america do norte, um verdadeiro polo turistico renomado mundialmente. Lembrava uma rodoviaria decadente de uma cidade de tamanho nao muito grande no Brasil. Fui lá para recepcionar alguns amigos q estavam chegando para viver na cidade, o João, Elisabeth, o Bruno, Ana Flavia e seus filhos Lucas e Matheus. Brasileiro era o q nao faltava naquele aeroporto...rs. Mas ao chegar de carro achei q estivesse entrando no lugar errado. O aeroporto nao tem mais naaaada a ver com aquilo q conheci ano passado. Mudou da agua para o vinho... ta muito bonito! Agora sim parece um aeroporto! Me senti perdido, e agora tendo de pagar estacionamento tb. Mas esta muito legal ele, bem organizado. O incrivel é comprar o q ele era a um ano atras e o q é hj, e o tempo em que o reformaram por completo, ou seria o construiram, pq afinal era ridiculo o tamanho.

Recepcionamos os mais novos brasileiros na cidade. O Eduardo (marido da Catarina) tb estava lá, e em seguida fomos deixar "os malas" e as malas no Pavillon Montcalm. Um mundo de malas, caixas... e uma confusao total no ponto de taxis. Mas quem fala frances consegue tudo aqui.

As coisas engraçadas q notei foi o Bruno falando em portugues com o taxista, o Joao tb deu uma leve escorregada no mesmo engano...mas ja nao sei se ele estava falando comigo ou com o taxista....heheh (te livrei hein ?!?!...haha). Super normal isso acontecer. Até cair a ficha q agora o negocio é pra valer, com varias pessoas falando em portuguies ao lado, misturando com frances, o cansaço de uma noite muito mal dormida e mais o estresse e a emoçao de "enfim... chegaaamoooooossss", é super normal ficarmos um poucos meio perdidos com tanta informacao e coisas rolando na cabeça. Novidades a cada esquina, a cada assunto na conversa...e nosso cerebro acaba se cansasndo com uma facilidade enorme. O engraçado é estar aqui, no outro lado da historia, só observando, vendo tudo que ja passamos e se divertindo com a alegria e as trapalhada dos recem chegados... rs.

Depois de deixar nossos amigos descansando, parte foi para um churrasco (de T-Bone) na casa de mais gente q conheciamos de vista. Flavielle e Adolfo, outro casal simpatico q esqueci o nome mas ja ouvi falar deles anteriormente, Eu a Anna, Eduardo e Catarina, Fernanda, e Joao e Beth. Muito assunto...papo alegre...e muito cansaço tb. A cara do Joao e da Beth depois do almoço era de dar pena... o sono da noite em claro começou a bater. Super normal quem acaba de chegar nao conseguir aproveitar o primeiro dia de Canada, mas eles ainda conseguiram aproveitar um pouco, e comer bem !!

Domingo demos prioridade a familia do bruno e da Ana Flavia, q com 2 crianças tinham obrigacoes a fazer mesmo num domingo, compras! Mostramos os nomes dos produtos no supermercado q aqui sao completamente diferentes (alguem sabe dizer como é amaciante de roupas em frances???..rs), dicas de produtos, paes, queijos...etc, e demos um rapido passeio de carro pela cidade velha, parte alta, baixa, centro e sainte-foy. Quem chegou agora esta com sorte, pois somente a duas semanas a cidade começou a ficar verde, com as folhas começando a parecerem folhas de verdade, ainda jovens, pequenas e claras, mas na cidade baixa ainda tem avenidas onde as arvores continuam totalmente desfolhadas. Mesmo assim a cidade começa a ficar bonita de verdade! Depois foi a vez de tomar uma cervejinha forte feita aqui (Chambly Blanche) q gosto e mais uma chuva de informacoes nos coitados. É muita informaçao mesmo.... Aconselhei-os a nao se preocuparem com todos os detalhes q informamos, e tirarem o NAS na terça, ver o curso de frances e ja marcarem pelo telefone um rendez-vous com o MICC e outro com o Centre Multiethinique, para uma ajuda profissional experiente e gratuita para recem-chegados. La poderao praticar o frances e desenrolarem varias prioridades ao mesmo tempo, como os cheques da TPS/TVQ, ajuda financeira provincial e federal para as crianças, e qq outra duvida q se lembrem ou q o MICC nao tenha coberto. Tudo isso alem do batalhao de infos que engoliram a seco nos ultimos dias.

É bom ver gente com vontade de vencer e bem focados chegar. Torço para q de tudo certo logo, e q encontrem aqui o que esperavam encontrar.

8 comentários:

LiliX disse...

aaaaaaah q queridos vcs dois!!
:)

assim vo querer chegar em ville ao invés de Montreal!
hahahahahahahhaha

Lucas disse...

Quando vejo ou escuto a frase: "marcar pelo telefone um rendez-vous com o MICC" fico me perguntando se vou conseguir... É difícil avaliar o francês ainda estando no Brasil. Será que não pode ser por e-mail? hahahahaha

Um abraço,

Lucas & Roberta

Alice, Paulo e Lucas disse...

Oi Luiz,

Primeiro parabéns pelos 2 aninhos!
E continuem assim
determinados!!!
Segundo, gostaria de fazer uma perguntinha, é que eu lí no post anterior alguma coisa sobre o "Pavillon Montcalm", vc poderia nos informar se é possível fechar um contrato de locação por 1 mês, estando aqui no Brasil ainda? Nós vamos chegar em agosto e somos 3 eu, minha esposa e um filhinho de 7anos.

Bem é isso, agradeço desde já a força!!!

Paulo, Alice e Lucas

Giselle e Rogério disse...

vCS SÃO 100000000!!!!!!!

Taty disse...

melhor frase "aproveitar um pouco, e comer bem !!" chamou os dois de comilões hahahahahaha brincadeira...

muito legal acolher o pessoal... ;)

Juliano disse...

Isso ae!! Mês que vem vamos querer esse tratamento VIP tmb!! :P

Abraços

O casal disse...

Aé rapaz... só tenho a AGRADECER a vcs dois!!!

Mas quero manter mais contato!!!

Comprei meu cel hj...

vou te passar o numero... vamos marcar qq coisa!

abração!

Bruno Lucena disse...

Grande Luis, lendo o post agora, so pude constatar realmente o turbilhao de informacoes que recebemos e tivemos que processar em poucas horas. Desde a nossa chegada foram varias coisas para resolver e nao tive oportunidade de agradecer a voces aqui pelo post. Cara, muito obrigado por tudo que voces ja fizeram por nos, pois com certeza, foi muito precioso todos os detalhes, todas as dicas que voces nos deram. Afinal, ser recebido por um casal, alegre, experiente, pois, estao aqui a mais de um ano e ainda dar uma volta num carrao que cabe no minimo quatro pessoas na mala, isso nao tem preco. Muito obrigado por tudo, a voce e a Anna,mas isso nao quer dizer que acabou. Com certeza ainda ligaremos e muito solicitando algumas novas orientacoes. Valeu pela fora, tentaremos retriuir a voces todo o apoio e para os que vao chegar tb daremos todo o apoio necessario como forma tb de retribuir a ajuda. Abracao