domingo, 7 de fevereiro de 2010

Renovar cansa!

As vezes vira o ano e sentimos a necessidade de renovar, seja a forma de viver, seja as metas profissionais, seja la o q for... mas da vontade, as vezes. As vezes acontece comigo tb... e pelo visto com mais frequencia com meus empregadores. E o incrivel é q eles preferem o inverno para fazer isso!

Pela terceira vez em 2 anos perco meu emprego. As outras duas duas foi eu q me demiti. Entao ja conta na minha colecao de empregos aqui, 5 em 2 anos. Nao conto ai minha experiencia de "rato de laboratorio" pq isso não é emprego.


Resumindo minha exeriencia na area da info no QC

Janeiro do ano passado fui demitido da Olympus. La eu estava como "montador", ou mais conhecido como assembleur. Fazia o acabamento de uma peça para ultra-som industrial. Nos momentos de pouco serviço no meu depto eu era emprestado para o cabeamento, onde eu ..fazia cabos... de dados.. .de energia... coxiais... etc. Era gostoso, mas a crise chegou e me mandou para a rua. Fui o primeiro... que honra a minha!
Fiquei um mes no seguro desemprego e fui parar em outra metalurgica. Fiquei uma semana trabalhando, e outra de cama. Foi durante ela q um CV meu foi parar na mao de uma empresa chamada GRAB Technologies. Fiz uma... duas... tres entrevistas e fui contratado. Trabalhei duas semanas num estagio nao remunerado, como um "test-drive" para o empregador, depois 3 meses de estagio pelo SOIIT a preço de banana, e depois mais 6 meses pelo PRIIME.
Deveria ter sido uma experiencia legal, afinal eu tinha um CV q se encaixava mais q perfeito dentro dos negocios da empresa. Eu era especialista em Solaris, e a empresa trabalhava exclusivamente com Solaris, segundo me foi dito na entrevista.

Porem inicialmente eu ficaria so nos trabalhos internos, devido as minhas limitacoes no frances. Ok... perfeito! Os trabalhos internos eram quase q nulos... e os externos estavam entrando numa entresafra. A entresafra começava na fase quente do ano e deveria terminar meio q para o fim do verao. Isso segundo o dono da empresa.

Passou o verao, e a entresafra continuava lá... e nada de trabalho. Fiquei fazendo outras coisas, aprendendo tecnologias defasadas e apagando incendios de mini-micro-empresas... como virus, mail, e algo q nao existe a anos chamado de Cobalt. Fiquei expert nisso inclusive... para nada.

Nos ultimos dias de outubro, algo como dia 29, recebemos a gigantesca surpresa q a empresa acabara de ser vendida! Vendida para uma empresa maior, a maior parceira da SUN no Canada. Pensei... shoooooowwwww... agora sim o negocio vai ferver! Clientes... enfim!
Tsck... Q nada...
Entrou novembro, passou dezembro e na primeira semana de fevereiro, logo após terminar meu programa PRIIME ca estou eu mais uma vez... na rua, so vendo o q farei para acabar com esse pula-pula de empregos.

Definitivamente me cansei de dar murro em ponta de faca, por isso estou correndo atras de um redirecionamento para algo ainda dentro da info, nao ignorando totalemente meus 10 anos de experiencia. Mas a dificuldade nesse momento esta sendo conseguir marcar um rendez-vous no Centre Local d'Emploi (CLE). terça fara 2 semanas q tento e nada. Sexta fui pessoalmente deixar um pedido por escrito, ja q pelo telefone nenhum agente me retornou. Essa falta de pressa deles me irrita, sempre q preciso falar com um burocratico de lá.
Enquanto eles nao me ligam, vou fazendo mue dever de casa, passando no CEGEPs para ver se encontro cursos especificos para a area q penso me redirecionar.

Java/Oracle la vou eu!!!

6 comentários:

Nana&Dokka disse...

Ola Luis,

Passei pra dar uma forca a vcs e dizer q nada como um recomeco pra gente acertar a direcao. Legal vc ir atras de um curso no CEGEP para se aperfeicoar! A gente mesmo, depois de rodar q nem duas baratas tontas sem saber se ficava em montreal ou ia embora do quebec, acabamos descobrindo uma excelente oportunidade numa cidade aqui q ninguem gosta nem de pensar em morar, mas foi la q fomos realmente acolhidos e bem tratados, resultado: Claudio empregado em Maio (na area dele) e eu com excelentes chances de voltar a universidade em minha area!
Entao, quando tudo parece perdido, vc recomeca sem medo de ser feliz!
Tenho certeza q tudo dara certo pra vcs!
Abracos.
nana.

P disse...

nossa, que dureza!
olha, vai pra desenvolvimento sim. desenvolvedor é "peao", mas daqueles que nenhuma empresa acaba podendo prescindir. e em tudo quanto é lugar precisam de um devzinho.
falo de cadeira porque sou programadora java há anos e meu currículo tá sempre bombando!

[]s
p

Karol disse...

Realmente não é fácil. Eu passei 5 meses em Montréal e nada de trabalho. O que ajudou neste tempo lá era que eu continuava trabalhando à distância para a empresa que eu trabalhava no Brasil. No final de outubro eu me mudei pra Québec e agora estou em um estágio na área de TI da prefeitura. Para complementar a renda, pois eu ajudo a minha mãe que está no Brasil, eu trabalho nos finais de semana em um restaurante. Estou sondando também alguns cursos, afinal que nem como vc está buscando fazer, é preciso se redirecionar, tipo buscar algo específico. Bom, pelo menos vc jah se decidiu. Eu ainda estou um pouco perdida rs Boa sorte!

Roberta disse...

Pô, mas aí tu vai usar drogas (leia-se Java)??? hahahahahha
É apenas une blague, ok? ;)

etreaquebec disse...

Ho boy!

Hoje resolvi dar um tempinho e visitar os blogs dos amigos e me deparo com essa surpressa desagradaval.

Nao desanime nao, você sabe que eu passei um apersons e passei, (bom vida de esutdante é sempre apertada, mas esta indo)

Qualquer coisa me liga

Abçs

ETREAQUEBEC

Iah e Deco disse...

estamos torcendo por você. não desanima, logo tudo se ajeita. só não fica parado, porque aí a cuca não aguenta. o Nando trabalha com programação, não Java, mas .NET :) bisous et bonne chance!