segunda-feira, 9 de março de 2009

O segundo "primeiro trabalho"

Vixi... agora tenho mesa para mim, tenho ramal meu... e-mail, um computador sóóóóó MEEEEEEUUUUUU....rs. Ok... a cadeira é uma droga, mas ainda é melhor q ficar la de pé, carregando chapa de aço pra lá e pra cá. Ahhh... vida num escritorio... nunca imaginei q fosse sentir saudades...rs.

Bem, enquanto eu estou em extase mal tenho notado q a bagunça interna ainda me dara algumas dores de cabeça num futuro proximo. O lugar me lembra muito meu inicio de carreira no Br, mas aqui pelo menos serei melhor pago p/ ser especialista em uma só coisa!!! Sistema operacional...

Mas o q quero contar aqui é como sera essa volta a area de informatica. Nao como sera o meu retorno aos estudos, ou quais sao meus planos.. e sim como a mecanica da ajuda aos imigrantes funciona.

Cv1 x CV2
Para aqueles q nao acompanharam a historia, assim q comecei a trabalhar em outra metalurgia a poucas semanas atras, entraram em contato comigo interessados no meu CV 2. Sim... Curriculum Viteau 2... aquele q tem toda minha experiencia profissional do Br, sem ignorar a parte tecnica. O CV1 era o que eu omiti meus 10 anos de informatica, meu curso superior e me resumi a uma pessoa com 37 anos e apenas curso secundario, e ainda por cima no Brasil! Resumindo, para eles um verdadeiro zero a esquerda. Com o CV1 eu procurava "qq coisa", e com o CV2 eu voltaria a área. Ok, me enrolei e vamos voltar ao assunto. O meu chefe recebeu uma copia do meu CV2 e me ligou. Conversamos rapidamente sobre os meus planos de retorno ao mundo dos bits e ele se interessou em me conhecer pessoalmente. Marcamos no Tim Hortons uma entrevista, pois ele estaria vindo de Montreal, isso a noite! mmm...ia rolar um clima ;) Ele pagou um chocolate para mim (opa!...ta rolando!!!) e conversamos sobre os planos dele para o funcionario q ele procurava. Resolvi encarar e segui em frente me mostrando disposto a trabalhar com ele, mesmo depois de 2 anos parado. Sim... ele sabe q estou a mais 2 anos longe de um "rm -rf / * 2> /dev/null &; clear" ou de um "kill -9 init0". Durante o carnaval o processo demorou um pouco para andar pois ele estava esperando um e-mail da ultima empresa q trabalhei no brasil confirmando minhas referencias. Valeu LEO !! :D Depois disso marcou uma segunda entrevista, dessa vez exclusivamente técnica numa grande multinacional (velha conhecida minha..rs)... que nao é a empresa dele...rs, só a empresa q ele é parceiro comercial. Foi um bate-papo onde o entrevistador claramente se mostrou despreparado para fazer a entrevista. Otimo... a parte mais dificil foi praticamente a mais facil. Os ventos estavam ao meu favor...hehe. Na terceira entrevista, agora ja no escritorio de Quebec foi praticamente para me mostrar onde eu trabalharia e conhecer meus colegas de trabalho. Nesse terceiro compromisso, ele comentou que procurava a ajuda do SOIIT para facilitar minha entrada na empresa, mas ele nao sabia como o SOIIT poderia ajudar. Entao pediu para q eu aguardasse em casa que ele entraria em contato para dar maiores detyalhes como e quando seria meu inicio, como seria e de quanto seria meu salario.

Horas depois ele me liga informando q uma senhora do SOIIT me ligaria, e ela ligou. Marcamos um rendez-vous para o dia seguinte. Mas antes.. ela me perguntou:
- vc esta trabalhando?
- ..e... sim..e nao.
- como assim?
- sim, pq estou trabalhando. Não, pq amanha, antes de fazermos nosso rendez-vous pedirei demissao.
- Ah... ótimo! Pois se vc estiver trabalhando nao teremos como ajudar.

Mmmm... interessante. Entao o governo incentiva a aqueles que tem medo de ir a luta, e os desestimula a trabalhar? Sim.. a vida fica mais dificil para quem nao tem medo de trabalho. Interessante... muito inteligente! Esse caso nao foi a primeira vez q me deparo com essa suituacao, onde quem trabalha pode ficar em desvantagem na hora de progredir profissionalmente, de retornar a sua area profissional. Minha visao sobre se pendurar nas ajudas do governo ficou um pouco mais ampla...

Ok. Pedi minha demissao e segui para minha aula de como um imigrante pode se integrar em sua area de formacao. No caso... informatica.

Raio X
Cheguei la e a mesma mulher q me atendeu antes e serviu para nada, toda alegre foi super solicita. Pq essa diferenca de atendimento? Simples... eu encontrando um emprego e entrando nas ajudas q o SOIIT oferece é sinal de mais dinheiro governamental entrando. entao ela estava toda feliz q eu usaria nao uma, mas 2 ajudas deles. entao, o negocio era aproveitar o bom humor da senhora.
Como funcionara esse inicio de carreira aqui: trabalharei por 2 semanas de graça, sem entrar nenhum dinheiro. Ao final dessas duas semanas terei de levar um cheque em branco ou um specimen de cheque (algo q nao é um cheque mas tem as infos bancarias necessarias) até o SOIIT para que o segundo estagio que se iniciara ao inicio da terceira semana seja pago via deposito bancario. Após 2 meses deverei entrar em contato com o CLE (centre local d'emploi... muitas vezes chamado pelos brasileiros de Emploi Quebec) pedindo minha carta do PRIIME. Ao final do terceiro mes, apos ter concluido meu estagio de 3 meses, minha mesada acabara, e sera a vez de eu ser contratado pela empresa, com a ajuda do PRIIME. Com o PRIIME, 50% do meu salario sera pago pelo governo durante 6 meses, e o restante pelo empregador. Mas nao é tudo. Se eu tivesse um supervisor coordenando meu trabalho, o salario dele tb seria pago, na integra por um mes. Como meu coordenador é o dono da empresa, acho q essa ele vai ter de deixar passar.. rs. Como estou parado a muito tempo, muita coisa esqueci, porem esse primeiro mes sera utilizado para fazer um intensivo em unix, por conta propria e no meio de abril irei fazer um curso pago pelo empregador para tirar a primeira certificacao de 2 ou tres q terei de tirar nesses proximos meses. Olhando de grosso modo, o governo pagara minha formacao, e depois de alguns meses, quando eu ja estiver no ponto e valendo meu peso em ouro ...estarei preso a um contrato que nao poderei abandonar meu empregador a menos q eu devolva o dinheiro q "ele" investiu em mim.

Primavera
Mas nao tenho o q reclamar ate o momento, so o q ficar feliz, pois as coisas estao acontecendo dentro de um cenario que eu considerava o ideal para mim. Estou aproveitando o q eu aprendi nos ultimos anos no Brasil, estou voltando devagar, farei um curso de frances, farei uma formacao na SUN para me atualizar, trabalharei com coisa "simples" (informatica nunca é simples...) e serei pago para estudar...rs. A tendencia dessa primavera é ser mais colorida q a última ;)

15 comentários:

Canadá sem Limites disse...

Poxa cara...q bom q vc voltou pra área!
Parabéns e sucesso pra ti.
até+

Fernanda disse...

Que legal que vc começou em seu novo trabalho. Também gostei de saber desta ajuda do SOIIT. Já havia ouvido falar dessa ajuda pelo Emploi Quebec (acredito que é o CLE). Acho que a conquista do primeiro emprego é algo que realmente nos preocupa antes de chegarmos aí. No seu caso vc conquistou vários, mas fico muito feliz que agora vc está trabalhando na sua área, ainda mais agora que a família vai aumentar!

Abraços e sucesso em seu novo emprego!!

Fernanda

Anônimo disse...

CV1 e CV2 Gostei da definição, é uma realidade, o imigrante para ganhar o pão algumas vezes tem que arrumar não importa o que, daí tem que esconder que tem qualificação, eles até ensinam a ser idiota nas entrevistas.

Os empregadores estão sabendo mais que os imigrantes de como fazer para tirar vantagem, as vezes isso me inquieta.

Outra realidade nua e crua e a prioridade, esta trabalhando, não importa no que, não importa sua qualificação, não importa quanto ganha, não importa seu potencial, esta trabalhando não tem programa para você. É uma questão de prioridades para o dinheiro, isso é técnico é burocrático faz parte da política social – de como e com quem gastar o dinheiro – coisa que um burocrata decidiu num gabinete qualquer. Na pratica concordo que a “a vida fica mais dificil para quem nao tem medo de trabalho.” Isso tem seu fundo de verdade, eu tive que me capitalizar por dois anos, foram dois anos de atraso. No entanto se a pessoa for professional da ordem X (tirando engenharia que tem o programa do RIRE2000) não tem o que organismo nenhum possa fazer, vão empurrar a pessoa para fabrica, limpeza, etc

Outra coisa é esse organismo que você foi até hoje eu só sei de gente da informática que conseguiu alguma coisa, os outros, foi trabalho de subsistência e alguns nem isso. Talvez o governo deveria dar o visto apenas ao pessoal de informática?

Daniel Skeff disse...

Parabéns pela conquista!

Giselle e Rogério disse...

Olá, Luiz! Já tinha ouvido falar do PRIME e sempre achei que esse programa era a melhor opção para o imigrante entrar no mercado de trabalho dentro de sua área. Mas uma das novidades para mim relatadas no seu post é em relação ao contrato q vc tem fazer com o empregador de que não pode abandonar o emprego. De quanto tempo é esse contrato? Digo quanto tempo vc é obrigado a se manter nesta empresa?

Beijinhos e boa sorte!

Camila disse...

Ola!
primeiro parabéns pelo bb e depois pelo emprego na sua área. Quantas novidades heim!!!
Estou precisando fazer esse tal de Cv1, o que nao tem nada... o meu que tem tudo nao esta valendo nada, quem sabe se eu mudar de tatica, acabo conseguindo algo rsrsr.
Um abc e assim que o Jr parar de estudar um pouco, vamos combinar de vcs virem aqui em casa.
Camila e JR

* Thoru * disse...

Olha olha, quantas novidades! Primeira este blog de cara nova, adorei! E agora sr. Luiz voltando à área de TI. Confesso que fiquei um pouco surpresa, mas isso faz parte do processo!rs

O importante é que agora muitas portas vão se abrir. POde ter certeza =D

Bjus!

(PS: Agora pretendi voltar!)


Dani

Bruno Lucena disse...

É isso que chamo de começar o ano com o pé direito. Parabéns mesmo. Esse é o caminhao, ainda mais quando os caras pagam para agente estudar.

Anônimo disse...

Parabens Luis!!! Espero q vc tenha muito sucesso neste novo emprego, principalmente agora q a familia vai aumentar, bebe, dog, kkkk
Abracos e siga sempre em frente meu chapa!
NanaeDokka

Luiz e Anna disse...

Gi,

Ainda nao assinei o contrato com a empresa, por isso nao sei o periodo q terei de ficar la. Mas isso nao é regra, porem sei de outro brasileiro q teve de assinar algo igual a isso pela mesma razao. Ate concordo com o contrato, ainda mais que vou ficar valendo meu peso em ouro. Depois do periodo preso, nada mais me prendera a ele, a nao ser um gordo salario ;)

a disse...

Olá!

Espero que estaja dando tudo certo com relaçao a Ana e o trablaho. Aguenta firme enquanto você se valoriza a peso de ouro.
Meu blog fui fuçar nas configuraçoes das contas do Google e sei la o que fiz (ou nao fiz)nao consigo mais acessa-lo, "Pas grave" lavei minha alma com ele e já estava achando que perdia muito tempo com ele.

Abçs

* Thoru * disse...

Vocês foram pegos melo Meme!
Maiores infos no meu blog...

Bjus!

Sweet Canadian Life disse...

Parabens,
Ia pedir o seu CV, mas notei que voce esta' em Quebec...
De qualquer forma, manda o seu CV para callme@dvmsoftware.com ...
Abracos e boa sorte no novo. Boa sorte no novo emprego!
Denise

Roberta disse...

Parabéns, Luis!!! Estamos felizes em saber que tudo está dando certo! Espero que o retorno à informática seja bom também hehehe

Eu estou encontrando um pouco de dificuldade de fazer meu currículo, por causa dos termos técnicos da área.
Vc trabalha na área de suporte, correto? Já viu o currículo de alguém da área de desenvolvimento?
Tô penando! kkkkkk

Boa sorte no novo emprego!!

hiderval disse...

Poxa.... li empolgado seu post... Incrível e renovador. Estou me formando neste mês em Análise de sistemas, e quero ir ao Canada, mais precisamente à Toronto, estudar inglês e tentar trabalhar... você acha possível eu conseguir algo??
Você pode me dizer os possíveis obstáculos? Frio, adaptação, fluência?? mesmo que um emprego meia boca??
Obrigadão

Hiderval
hiderval@gmail.com