segunda-feira, 24 de março de 2008

Um mês de Quebec e nossa casa

Hj faz um mês que chegamos. Geralmente lia o pessoal falando q o tempo passou rápido no primeiro mes....etc. Sei nao. Passar rápido nao passou, mas que fizemos muitas coisas nesse período, isso não existe dúvidas. Poderiamos ter feito muito mais, mas... as vezes o cansaço bate e os passeios e outras programações ficam para depois. Talvez pesquisar um pouco mais alguns assuntos que nao dei importancia economizasse tempo, mas acho que fizemos tudo num periodo saudavel e tranquilo, sem desespero.

Quando chegamos ficamos uma semana na casa dos amigos Pedro e Dafne. Ok, legal a força... mas ainda faltava estarmos em NOSSA CASA para me sentir realmente no Canadá. Uma semana depois, cá estavamos, no nosso primeiro lar. O apartamento foi um negócio da china que apareceu, graças a idéia q a Dafne deu a esposa (Valéria) do dono do ap (André). Outro amigo nosso, desde que fomos apresentados logo que chegamos. Ele nos alugou o ap 2 1/2 que ele comprou para revender, ja que nosso negocio que haviamos acertado ainda no BR furou. Até aí, ja relatei tudo isso por aqui antes. E chegou o dia da mudança e viemos para cá. Aos poucos fomos conhecendo melhor o lugar que ficaremos ate julho. ATENCAO, o que se segue nao se trata de nenhuma reclamação, apenas observaçoes com uma pitada de humor... ok ?!?! :)
Primeiro, o chão: o piso é de madeira rústica. Aqui muitos prédios sao velhos, e esse nao é diferente. Entre um andar e outro praticamente só existe um sanduiche de fibra (de vidro, talvez) entre duas camadas de madeira de qualidade. Mas, como o mundo não é perfeito, ha entre cada tábua um pequeno vão, que permite a aquele copo d'água que vc deixou cair, escorrer completamente e sem restricoes até atingir a cabeça do vizinho, logo abaixo. Isso nos causou uma situação engraçada, quando após algum tempo do termino de um banho da Anna o vizinho veio "tocar a campainha" (tock tock tock...) e nos relatar que estava tomando um banho de uma agua que surgia do teto dele...rs. Ok, achamos q fosse algum vazamento, mas essa semana foi constatado que nao ha nada do tipo. Talvez tenha algum ponto intermitente de vazamento ainda nao detectado pela nossa vistoria, mas a cabeça molhada é a dele...hahahah, entao vamos deixar as coisas por enquanto como estao.
A ducha é o q a Anna chama de ducha francesa, daquela que vc solta a ducha da parede e vira um chuveirinho. Muito boa! Adoro essa ducha, desde que.... ela nao fique pingando no chao e o jato d'água nao nos acerte. Entao, para tomarmos banho, haja equilibrismo. Enquanto lavo a cabeça, a ducha fica pendurada no ombro. Enquanto lavo um braço, o outro permanece seco. Na hora das pernas, a ducha fica equilibrada entre a coxa e a bacia (!!!!...entendeu ?!?!?...rs). Mais um pouco eu entro para o cirque du soleil :P
Show para a vizinhança: foi o que aconteceu no nosso primeiro banho aqui. As paredes do banheiro sao de "vidro". Assim, como só tinhamos comprado uma cortina, o show durante nosso banho estava garantido... entrada grátis para a janela do vizinho...hahahah. A nossa sorte é que nao tem ninguem morando no ap da janela da frente. Mas o q os olhos nao vêem... :P
Falar alto? Bem,.. certifique-se que o pessoal ao lado nao fale a mesma lingua q vc, pois assim como eu os escuto, eles tb nos escutam. As paredes são feitas de gesso, resistentes, mas nao são muito isoladas acusticamente. Isso serve de aviso, pois uns 80% a 90% das construcoes daqui são desta forma. Escuto o vizinho de baixo escutando sepultura, megadeath, metalica e muito trash, alem de alguns psytrances e full-on. A vizinhiza da frente poe musica (house, electro/tecno) para "namorar" em paz...rs. Acho que por isso que o sonho de consumo de qq morador daqui eh morar num apartamento/casa de alvenaria (aqui o que chamam de "beton"). Mas isso tb nao é em todas as moradias. Aquelas de melhor qualidade nao sao tao "transparentes" assim. Mas no nosso futuro prédio é proibido lavar roupa a noite, assim como lavar a louça com maquina, pois isso ecoa ate os vizinhos proximos.





















Garagem é algo meio como um item de luxo por aqui. Durante o inverno os moradores de casa q nao tem garagem (muitos), montam umas barracas de tubos de aluminio. Isso é permitido durante o inverno. Fora disso elas têem de ser desmontadas. Aos que nao armam suas barracas,resta desenterrar os carros a cada nevasca que acontece.... umas 2 por semana...rs.
Uma coisa que foi novidade para mim foi um fato que passamos quando foram instalar o cabo para termos a videotron (telefone/internet/tv). Acabou q nao instalaram, pois aqui nao existe "conduite" em todas as construcoes. Resultado: se vai passar um fio, ou fura o chao, parede, teto, desmonta a parede ou passa por fora. No nosso caso, a melhor solução era passar o cabo por fora, mas............



......havia 2 andares de neve ali do lado de fora! Neste momento a neve ja alcançou o nível de minha varanda, que esta relativamente na altura do terceiro andar. Voltarei a falar desse assunto nos proximos dias, em detalhes. Vale a pena ! No subsolo, ha uma lavadora de roupas e uma secadora. Tudo funciona na base da moedinha de 1 dolar. O que ninguem sabe, nem o dono do ap sabe, é com quem fica essas moedas todas. Ninguem sabe quem tem a chave. Comentei ja sobre isso no mesmo post que falei que viriamos para esse ap daqui, mas é sempre bom lembrar. Planejem bem a época da chegada, pois final de fev/inicio de março é a época que os atuais locatários avisam ao locadores que nao renovarao o contrato de aluguel. Assim, os locadores ja começam a anunciar os imoveis que vagarao dia 01/07 na cidade de Quebec. Portanto, em março as oportunidades ja começam a aparecer, e quanto antes chegarem por aqui melhores serão as chances de fazer bons negócios. Tb há a fase onde os donos de imoveis q nao alugaram abaixam seus preços, mas as chances de um bom imovel ficar sem interessados pelo que ouço falar sao pequenas. Aqui a relacao de procura e oferta é meio equilibrada. Quem chega antes, pega! Aqueles que chegam muito depois do dia da mudança podem encontrar problemas de encontrar algo parecido com o q procuram. Nao é impossivel, sempre ha oportunidades, mas ja nao vai dar para escolher muito.
Outra coisa importante: os direitos na hora da assinatura do bail. Aqui é proibido cobrar taxas de "reserva" de imóvel. Eu paguei, mas sei que apesar de ser nao permitido eu nao tinha historico de credito, era recem chegado, sem emprego... entao me sujeitei a isso. Porém, isso nao é permitido. Como eu queria o imovel, paguei, peguei recibo e assinei o bail. Sera compensado no primeiro aluguel esse valor. Discriminação: se vc for discriminado, deixe as autoridades saberem disso.... O governo cai em cima do sujeito. Se sentir te discriminarem, ponha a boca no mundo, nao deixem barato! O pessoal aqui se aproveita da situacao dos recem-chegados, ainda mais se vc nao fala direito. Afinal de contas, vc nao conhece mesmo seus direitos por aqui, né! Assim, nao é dificil ver que estao tentando se aproveitar de alguma situacao. Portanto, na assinatura do bail, estejam preparados para brigar pelos seus direitos, e peçam ajuda a um residente mais experiente se tiverem oportunidade. Também é direito do pretendente a inquilino solicitar ao locador uma copia do contrato de aluguel do inquilino anterior para saber se o preço q vc vai pagar esta na mesma faixa de preço q o morador anterior. Sim... aqui o governo cai em cima se alguem aumenta sem razoes o aluguel de um imovel. E isto tb é uma segurançaa mais para nós, recem chegados de nao sermos engrupidos.... portanto, usem de seus direitos! Eu nao sabia disso quando "assassinei" meu bail, mas eu ja sabia q o preço dali era na faixa que eu ia pegar. E peguei ;) É esse predio aí... ó.



Para finalizar esse post, fiz uma analise dos gastos que tivemos, relacionados somente com a compra de itens para a casa. Cada imigrante tem suas prioridade, por isso é algo muito particular que nao corresponde a uma verdade que todos passarao. Gastamos nessa fase com o nosso primeiro aluguel, a reserva do apartamento de julho, compra de pratos, talheres, panelas, 2 roupas de cama, edredon, prateleiras de madeira, colchao (usado em estado de 0km), colchao inflavel, 2 travesseiros, abajures usados, luminaria usada, penteadeira usada, criado mudo usado, 2 gaveteiros usados, maquina de lavar e secar roupa (tb usados), mesa pequena, 2 banquinhos, cortina de banheiro (duas), escorredor de pratos, 3 tapetes, "escorredor de tenis" (rs... melhor nome q achei para um negocio aqui..:), balde, esfregao... etc. Ou seja, coisas uteis, alguma baratas, outras nem tanto. Coisas como lava-roupa, secadora, gaveteiros... foram compradas antecipadamente p/ o dia da mudança. Sem isso as contas cairiam 800 dólares (desisti da compra da impressora). Atualmente gastamos quase 1400 dolares só com uma compra BASICA para uma casa, sem muito conforto. Ainda falta geladeira, um sofa, uma mesa "de verdade" para jantar, cadeiras "de verdade" para jantar e muito mais. Isso pelo menos ainda tem como esperar um empreguinho bacana :)


Para aqueles que vêm com familia (filhos...) a tira-colo, fica aqui uma valiosa dica: OMHQ e o SOMHAC. Sao organizacoes sem fins lucrativos que oferecem ajuda a moradores com mais de 12 meses na cidade ou que tenham filhos. Como nao tenho filhos, to fora. Mas quem quiser se aprofundar mais no assunto, pode valer a pena a economia. Por exemplo, os locatarios nao pagam mais q 25% de sua renda no aluguel, o resto é pago por essas organizacoes. Lindo, nao ?! Só nao dá para escolher onde vai morar... A regiao pode, mas o apartamento/casa, nao.

http://www.ville.quebec.qc.ca/fr/organisation/organismes_connexes.shtml
http://www.omhq.qc.ca/

Agradeçam a dica a Anna, pois eu ja havia esquecido dessa info.

6 comentários:

Kijar disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Fá e Sô disse...

Luis e Anninha,

Que bom que as coisas estão se ajeitando. Agora é ter paciência e colocar a cabeça no lugar para buscar aquilo que vocês querem. Eu acredito que quando arrumamos a nossa casa as outras coisas na nossa vida vão se arrumando também! Boa Sorte e se precisarem de alguma coisa estamos por aqui! (espero que em breve estejamos por aí! rs)

Beijos

Soraia

Lacerda disse...

Mostrei o blog de vocês ontem pro Paul (na minha aula) e ele pareceu gostar de ver fotos suas aí no QC. Pqp, é frio pra caralho mesmo!

Um abraço,

Emmanuel & Katarina

Bruno Lucena disse...

Ola dupla dinâmica, outro post muito bom, principalmente na parte final sobre o aluguel mais barato em fuunção dos filho que é exatamente o nosso caso. Como vamos com dois, as instituições devem pagar dobrado não é verdaded? Desse jeito vou chegar cheio de filhos porque ai terminamos é que eles vão ter que pagar agente. É brincadeira eu entendi o post. Abraços a vcs e que tudo aconteça no seu tempo.

barb michelen disse...

Hello I just entered before I have to leave to the airport, it's been very nice to meet you, if you want here is the site I told you about where I type some stuff and make good money (I work from home): here it is

Nós4 disse...

Amiguinhos,

Valeu pela dica para o pessoal "com filhos"...
Pena que no nosso caso, quanto ao detalhe da época boa pra começar a ver algumas coisas em termos de aluguel, vamos ficar a só na vontade, pois devemos chegar aí no final de julho...:-(

Mas, seja o que Deus quiser!!

Beijão aos dois e tudo de bom sempre!!

Dani e Hamilton