sábado, 22 de março de 2008

O frio e a neve : a adaptação

Chegamos aqui era inverno, mas o sol ja estava se pondo por volta das 18:00hs. Isso significa q o mais crítico ja havia passado, mas algumas surpresas ainda estavam para vir.
Desde que chegamos, ja devem ter ocorrido umas 5 tempestades de neve. Eu chamo de tempestade aquelas nevascas que além da grande quantidade vêm de deforma violenta. A penultima foi bem violenta. Segundo um casal que conhecemos aqui (Valéria e André), foi a pior que ja viram nos ultimos dois anos. Ventos de 100km, carros soterrados... o maior barato! Peguei no blog do Alessandro esses links que mostram como estava o negócio:

Video 1


Video 2


E esse foi o que eu fiz na minha primeira tempestade. Como eu nao estava bem preparado para andar na rua e nao tinha certeza do endereço que eu procurava, tive de jogar a toalha e voltar para casa. Minha mao teve dificuldades de entrar de novo na luva só por ficar alguns segundo exposta, isso mesmo estando protegido da maior parte do vento.


Tenho notado q faz mais dias de ceu nublado q dias de sol, mas nada preocupante. Uma relacao de uns 2 dias de nuvens contra 1 dia de sol, isso sem fazer nenhuma observacao mais profunda, mas tenho a impressao de ser isso q acontece. Quando a gente pensa q vai começar a derreter todo esse gelo, vem mais uma tempestade e retoma todos os niveis das dunas que tomam conta da cidade.
Apareceu aqui num jornal uma tabela onde mostra os niveis de neve desdee os anos 40 ate hj. Como esse inverno ainda nao chegou ao fim, na pratica pelo menos, existe apenas uma previa que apresentaram no inicio desse mes, quando estavamos ainda nos 406cm. Mas como ja passaram umas 3 ou 4 tempestades desde entao, ja existe gente dizendo q passamos dos 5 metros! Desde que cheguamos portanto, nesse final de inverno, foi mais de 1 metro.





Andar no frio pode ser uma faca de dois legumes. É gostoso, mas respirar certo é fundamental. Respirar pelo nariz nem sempre é o que acontece conosco. Preste atencao, e veja quantas vezes vc poderá se pegar respirando errado, mesmo nao tendo problemas de renite ou qq coisa do tipo. Aqui, minha renite praticamente desapareceu, maravilha. MAs outro dia fui andar rapido de noite, e estava meio geladinho. Fui no passo q sempre ando quando estou no Brasil, mas ao termino da subida de uma das trocentas escadarias que dao acesso entre a parte baixa a a parte alta da cidade, minha respiracao estava tao ofegante que acho que gelou meu cerebro. Deu uma dor de cabeça do caramba! So pq eu estava respirando certo?!?! Pô! Assim nao dá! Falam pra a gente respirar certo e da nisso.. o que fazer?! No meu caso, depois disso eu resolvi nao apertar tanto o passo por aqui, ainda mais depois de ter saido de um ambiente que estava agradavel e pegar uma friacazinha bacana.

Aqui o frio traz novidades que aqueles q vêm de paises quente jamais pensam,como por exemplo a pratica daqui de embrulhar as plantas para proteje-las do frio e do vento. Aqui embrulham plantas em sacos plasticos e so abrirao sei la quando, pq a neve parece estar meio longe de desaparecer. Outra coisa engraçada quando vi pela primeira vez foi o sanduiche de neve que faz sobre alguns matinhos em jardins. De vez em quando aparece sobre o que reza a lenda "ser um jardim" uma grossa camada de neve, outra camada de arbustos congelados, e mais outra generosa camada de neve por cima. Vcs entederao melhor quando estiverem por aqui...rs.











A neve é linda e divertida, mas se vc nao estiver preparado para ela, vai xinga-la muitas vezes por todo o inverno. Graças ao sal que jogam nas ruas para evitar que ela se acumule nas vias publicas, acaba gerando uma camada de lama, que costumam chamar de neve preta. Por isso, usar calças de cor escura é melhor. Cuidado enquanto estiver andando nas calçadas, pois assim como nos dias de chuva no BR, aqui os carros passam e espalham lama quando resolvem passar numa poça de lema. A Anna ja levou alguns banhos...rs, mas mesmo nao entendendo portugues, alguns motoristas daqui devem ter entendido direitinho o que ela gritou.
Esquecendo a lama, ainda há o gelo. Quando a neve fica velha, ou o degelo do dia é desfeito de noite assim que as temperaturas baixam novamente, muita volta a virar gelo. Gelo daqueles de ficar lisinho como os cubos das cumbucas de geladeira. O divertido é sair correndo e ir patinando neles... mas tenham cuidado para nao ser nenhuma ladeira e irem parar somente no cruzamento com o sinal aberto :) Tenho dado a preferencia de fazer isso so nas calçadas.
Mesmo estando bem agasalhado, ainda tem uns dias que pede uma protecao melhor. Vc sente entrar um arzinho ali por baixo, por onde vc nao imaginava ter uma brecha livre, ou mesmo a luva com fleece interno que nao da conta do recado e vc mesmo assim tem de enfiar as maos no bolso do casaco. Cachecol é para op pescoço? Nao.... é para o rosto tb! Isso pelo menos para mim era meio que novidade. Se nao é para ser assim, pelo menos eu tenho feito...rs. Em dias de vento os musculos do rosto agradecem. No dia que fui glissar (body-board na neve) aos poucos fui perdendo os movimentos do rosto. Me sentia como recem-saido de um clinica de botox, sem conseguir falar direito nem fazer expressoes. Ontem esta havendo umas rajadas de vento de 40km, a uma temperatura de 8 graus, dimuniundo a sensacao termica para -18. Em coisa de um segundo sentia meu rosto amortecer sem cachecol. O cahto mesmo eh q a neve parece como areia e entra nos olhos e arranha como areia, as vezes. Oculos... preciso comprar oculos! Manteiga de cacau ou protetor labial... qq coisa é algo que deveria se tornar meio que instinto a quem vive, mas os quebequenses nao se protegem direito, e ja vi algumas pessoas daqui vivendo so de lingua umidecendo a boca, com os laios todos rachados, assim como eh facil de encontrar aquele pessoal com o rosto todo queimado do frio, vermelho como as bochechas do papai noel em cartao postal ou propaganda antiga da coca-cola.

Existe uma expressao aqui para designar uma neve que esta sendo meio q novidade nesses ultimos dias, a neige que fonde. Ela eh normal, como qq outra neve, mas ao tocar em vc ela vira agua com muita rapidez. Eu tenho a chamado de a neve q fode mesmo... pq enta ali atras no colarinho do seu casaco e vai te molhando por dentro do casaco. O coisinha irritante! Taí, mais uma funcao para o bendito cachecol.
Outra coisa q temos notado aqui é a importancia de uma TV, internet ou radio mesmo. Aqui se vc fica um pouco alienado da previsao do tempo pode ter seus planos bem atrasados. Como muita coisa aqui vc tem de fazer agendamento, se nao estiver antenado nas previsoes do tempo pode pegar uma cidade fechada e ter de remarcar seu "randez-vous" somente para outra semana, como ja aconteceu comigo.

Para fechar o assunto frio, levei um escorregao (essa é p/ deixar a Anna feliz),mas mesmo com comida na mão, ela nao caiu... :) Mas ainda bem que eu estava meio preparado, pois sabia q o piso era bem escorregadio. A neve as vezes forma uma camada sobro o gelo, impedidno de vc ver onde é escorregadio, mas como era uma saida de garagem e eu sabia que provavelmente ali embaixo daquela camada fofinha de neve poderia haver uma surpresa, fui pisando muito devagar, e nem cheguei a batizar minha calça na neve.
O que nos aguarda em breve é o degelo. As ruas sempre estao molhadas por aqui, mesmo nos dias mais frios. No degelo elas continuarao, porem ficarao meonos, ja que o sistema de escoamento da cidade é bom. O que vira junto é um cheiro desagradavel, segundo uma quebecoi de uma ONG que conhecemos. Segundo ela, o cheiro eh de algi podre, pois as plantas que ficaram enterradas por tanto tempo começarao a se recompor, a grama e tudo mais nos brindarao com um "pum" do tamanho de uma cidade....rs.

A Valéria nos comentou que ao passar ao lado de um quebecoi no primeiro dia de primavera, enquanto nevava a mais de 24hs, só escutou dele ao mesmo momento que ela poderia jurar ver que pingava uma gota de veneno de sua boca... "ISSO É PRIMAVERA?".

5 comentários:

Canadá A4 disse...

Olá !

Gostei muito do post de voces! Muito esclarecedor e cheio de informações úteis. Assim nem vai ser novidade quande chegarmos aí! hehehe Vai até parecer que somos daí! Que tudo continue dando certo para vocês!
Feliz páscoa para o casal!
José ROberto e Camila

Katarina Tavares disse...

Adorei o post!! Quero saber como é que vai ser viver esse momento do pum do tamanho de uma cidade!! hahahahaha... :D
Fico muito feliz por ver que tudo está bem por aí e fico agradecida por todas as dicas que, COM CERTEZA vão ser muito úteis pra todos nós aqui.
Um forte abraço pra vcs dois e uma muito feliz páscoa canadense! ^^

Fá e Sô disse...

Caros Amigos,

Ficamos felizes de vê-los conectados novamente! Estávamos sentindo falta das novidades. Por aqui as coisas vão andando no ritmo que dá. Temos conseguido resolver vários assuntos e agora vamos focar na preparação para a entrevista do final de Abril. Boa Sorte e estaremos sempre por aqui!

Arroz - Luiz Fabiano disse...

hahahaha, eu tô chorando de rir!!!! Parece o sonho do Professor Aloprado, quando ele fica gigante na cidade e solta aquele PUM!!!! hahahahaha
Vocês são demais! O post está muito bom mesmo...
Estaremos chegando em Montréal em Junho (acho que depois da ecatombe flatulenta), quando formos aí entraremos em contato, um abraço e fiquem com Deus!!

Bruno Lucena disse...

Olá novamente, muito bom ter noticias de vcs....o post esta otimo, como sempre muito divertido. Estou encantado com as novidades, a neve realmente é um barato mas tb pode ser muito chata como vc falou Luis. Agora com a net poderemos nos comunicar com mais frequencia. Abraço aos dois e mandem mais noticias.